O grande aprendiz – Por Chilo

Alguns o chamaram de mestre
Seus caminhos foram muitos
Conheceres absorveu nos sentidos
Exercitou-os como ondas no mar
Seus olhos ensinaram-lhe ver as almas
Conseguia perceber nas vozes princípios de amor
Se tocava as mãos colhia a cor da saciedade
Daquilo parido para ouvidos agradava-lhe interiores de matas, corredeiras de rios, silêncios de pedras
Acolhia com amor o rumor do coração
Experiências gustativas deram-lhe prazer, conhecimento geográfico, amor ao corpo
Dos movimentos apreciava a leveza
Nos astros, durante as noites, contemplava o interior de seus olhos.

Poema de Odilon Machado de Lourenço

Un comentario Agrega el tuyo

Deja una respuesta

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s