guardei ela no colar em cima do meu peito by Naomi Lustosa

Malcolm T. Liepke, Bedside, 2016. Óleo sobre tela
Eu que sempre reclamo, choro e grito
Decidi dessa vez te agradecer.
A loucura que você faz serem os meus dias
Hoje me inspira
E eu transformo em poesia
A angústia de cada epifania

Então, muito obrigada
Pelo rompimento da minha prisão
Que ainda que não completa
Já não tá na esfera
Do que só era ilusão

E a solidão que me era um demônio
Hoje me traz uma menina
Que me lembra uma flor

Deja una respuesta

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s