A curva da minha dor irreparável

By Naomi Lustosa

Por um momento me veio aquele momento.
aquele do sonho que te contei.
em que de uma hora pra outra
você tinha sumido de tudo

Lembro desse dia,
da sensação,
da dor de saber que a perspectiva foi encerrada, posta de lado por uma finitude datada.
uma espantosa vividez.
mais um dos verdadeiros e não-concretizados lutos que já senti

Em um instante da minha rotina comum eu pensava em você
queria entusiasmada te contar de algo que te faria sorrir
nesse mesmo fragmento
fui atravessada pelo fato concreto de que você tinha morrido.

Meu corpo se curvou
se abaixou
se comprimiu
pra compreender que eu nunca mais poderia te dizer aquele assunto banal.
caí em choro profundo tentando entender que vida é essa que eu teria sem você
e como o mundo poderia me deixar sem a minha pessoa favorita

O dia que eu sonhei que você morreu
eu tava vestida de regata amarela
em frente a um jardim que cobria os pés da casa.
tinha a companhia de algum amigo, desses que me acompanham há muitos anos.
Não estava só, mas estava sem

Deja una respuesta

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s