Carta a um velho amigo by Viviane de Paula

Por que você faz isso comigo?

Me cala, me prende, me limita, me deixa acorrentada, sem querer, me torno sua refém. Não te pedi para entrar, sequer te mandei convite.

Sei que sou livre, que nem sempre você me tem, mesmo assim, ainda me abrigo nos seus braços. Você deixa as portas destrancadas para que eu fuja, mas algo em mim me faz ficar mais um pouco.

Por que me impede tanto? O que você tem que me mantém aqui?

Em seu refúgio cairei novamente,  mas não ficarei muito tempo. E sei que chamará por meu nome, não apenas uma ou duas vezes; talvez nunca me abandone, mas ao seu lado não irei caminhar.

Medo, é minha vez de te dominar!

Anuncio publicitario

Deja una respuesta

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s