Particular – by: Miriam Costa

el

Não consigo escrever com lapsos de cansaço e acordo todos os dias animada para mudar a vida para a qual tinha adormecido, que tarefa difícil mas são os restos das minhas últimas revoluções, brincando no precipício!
Alguém fora de mim sonha com os sonhos que dentro de mim estavam, cada fragmento de pensamento da minha rotina que não foi previamente pensada…. eu mesma, o segurança que me vigia, a cicatriz que me causa falha, ferida-eu, literalmente, em busca de alguma evolução,  mergulho no meu castelo particular.
Numa síntese sem esquecimentos não quero mais escrever aquele poema perfeito, nem quero tornar meus versos uma seta, eu escrevo entre cruzamentos de idéias e loucuras, entre o afeto e a ruptura, e algumas combinações sociais. Pelas leis naturais da minha comunicação, que eu mesma criei, tudo vai se esbarrando, desmoronando, luzes e novos vácuos, até eu ler tudo de novo e continuar me aceitando!

Meu coração continuará sendo esfinge, meus dedos formigam depois de um tempo, nem do alto do maior mastro você terá uma visão completa do mundo em si….. e eu? Eu sou um lago, um rio, uma onda que mantém no canto do olho a natureza viva, eu e minha escrita não gostamos de só obedecer.
Que grande besteira inútil essa coisa de, pela escrita querer aparecer. Todos para mim despejam seus inversos, seus amados, admirados e psicólogos ordenados, uns com mais dignidade, outros são puro plágio. Mas isso não me dá nos nervos, não mais do que quando termina a tinta da caneta vermelha….
Minha inspiração não é suficiência divina, nem só recordações habituais, escrevo com uma presença do que me liga na própria ausência.

É sobre o que quero me dar….. lírios, rosas, amigos, coletivos, sair de um redemoinho ou morrer para nadar!

Escrever pra mim é deixar fluir meus pesadelos, desejos, um mar…. as coisas são como vão, e um grande amor para eu alimentar!

Anuncio publicitario

3 Comentarios Agrega el tuyo

  1. cavalcantiigorsolrac dice:

    Incrível, lindo demais espetacular
    Parabéns gostei muito

    Le gusta a 1 persona

  2. Patricia Hironimus dice:

    Não quero escrever aquele poema perfeito, mas quero fazer dos meus versos setas…❤

    Le gusta a 1 persona

  3. Fátima Costa dice:

    Poesia linda e intimista.👏
    …. e acordo todos os dias animada para mudar a vida para a qual tinha adormecido,…

    Le gusta a 1 persona

Deja una respuesta

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s