Toxidade dos outros é refresco by Nicole Guimarães

Está meio na moda dizer que fulano é tóxico ou que precisamos nos afastar de situações tóxicas. Eu mesma já disse isso algumas vezes. É como se só tivesse algo torto do lado de fora, nas outras pessoas. Nós? Alecrins dourados sem toxidade nenhuma pregando a paz mundial nas relações humanas. Só que não. Há…

Carta e folhas soltas…

Por Miriam Costa Publicado en CronicArte Ela pensava que não se comoveria com o que leria na carta, de um endereço imaginário, uma vez fabricado por uma figura que refletia o descaso. E acertou!Nada ali nem a assinatura do próprio idiota lhe renderia qualquer compenetração, o que dirá afeição de fato. Se concentrou em dobrar o…

As pontas dos nossos dedos by Ingrid Naomi Lustosa

Eu tenho muitos textos em mim. Palavras não ditas em voz alta Lágrimas não choradas por um fim. É que eu guardo despedidas Pra ir soltando Pouco a pouco. Como se eu pudesse segurar o vento Capturar, sabe? Acho que é uma mania! Mania de reter Ou conter Mas continuar tendo aqui dentro. Mesmo na…

Do Homem que enfrentou o Mar

By Odilon Machado de Lourenço Bravos sais da tempestade arrancai do mar as paciências! Desordena suas vagas em meus olhos Roube os soluços de minhas veias Quebre quilhas, lemes, rasgue velas de veleiros solitários Grande mar trajado de estrelas Avarie o ritmo dos astros Inunde as torres faroladas Que afunde em teu sangue a voz…

Soneto da beleza natalina 

by Texto e fotografia: Daniela S. Terehoff Merino (@daniterehoff) Clima de festa, paz angelical: Luzes nas ruas, sol nos corações. Mês de dezembro, entoam-se canções! Os sinos dobram, pois já é Natal. Pena que alguns da data falem mal Ou torçam o nariz às convenções E em vez de aquecerem com ações Só bradem: “Seu…

Os bons de cama by Nicole Guimarães

Nicole Guimarães blog Venho por meio desta crônica pedir respeito a um grupo gente boa, camarada, sangue bom: os bons de cama. Calma, não estou falando do que você está pensando. É sobre aqueles que por livre e espontânea afinidade amam tirar uma sonequinha. Ou hibernar, porque soneca passa muito rápido. Se não for para…

Caminhando por aí by Naomi Lustosa

a gente anda esquecendo que pode tropeçar a qualquer instantesem saber que podemos estar atravessando uma ruaou um carro sair da garagemou que os cadarços estão desamarrados. A gente anda esquecendo que pode alguém querer conversar,nos parar para tirar uma dúvida,pedir uma sugestãoou só querer pegar carona no seu guarda-chuva. A gente anda esquecendo que…

O (Re)nascimento de Vênus

Ilustração: Cláudia A. Terehoff Merino (@caucauilustra) Texto: Daniela S. Terehoff Merino (@daniterehoff) Guiada às margens pelo deus do Vento Recepcionada como uma princesa: Eis neste quadro a deusa da beleza Deusa que cuida o amor e o casamento. Assim é a Vênus no Renascimento Sobre uma concha, em meio à natureza Sorriso ingênuo, flor, delicadeza… Nas…