Advento – Por Daniel Pissetti Machado

O sonho primordial das letras
Distancia-se na compreensão nominada das coisas
Por emissão de matéria escura
Mais provocante que provocada
A sedução do ser é tua dúvida
No vagar impossível do espaço
Aberto como a rede
Feita de distâncias que se complementam
Entregue ao você, narrador da trama
Na ausência insegura do risco
Veste-se a indumentária do aceite
E, rapidamente, mente-se
Vestindo a alma do seu avesso,
Crendo-se na fé do outro.
Memorizando a si um momento excludente.
Migrando entre o ontem e o amanhã
As palavras elevam-se quando mudas
Deixando um rastro tremeluzente
Ora de sombra indecisa
Ora de luz vivificante

DPM

Un comentario Agrega el tuyo

Deja una respuesta

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Salir /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Salir /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Salir /  Cambiar )

Conectando a %s